Os nossos serviços, honorários e produtos estão compatíveis com qualquer porte de empresa. O nosso cliente principal possui uma conexão Internet e uma rede local, ou é, ou pretende montar um provedor de acesso Internet. O nosso objetivo principal é encontrar a solução com melhor relação custo/beneficio para o parceiro. Consulte-nos e pede um orçamento sem compromisso.
Desktop KDE 4.8 versus Windows
KDEKDE é um ambiente gráfico Desktop para Linux. É o que vemos na tela do computador. O Windows na soma de todas as suas versões ainda lida o mercado. Acredito que a mitade ou mais é cópia pirata, especialmente no Brazil. Com isso já podemos ver a primeira diferença, o Windows custa, KDE + Linux ou Unix é grátis.

O motivo de não usar? Bom, tem vários, falta de conhecimento, receio de não saber usar e a maioria provavelmente não sabe que existe e o que é.
Antigamente existiam alguns preconceitos com razão. Erá muito difícil de instalar e pior, faltavam programas para rodar em Linux/Unix. Também o problema de reconhecimento de periféricos, começando com impressoras e escâner, webcam, multimídia etc. Esse mito agora acabou e em partes já está bem melhor que o Windows.

Hoje, a recente versão 4.8 do KDE roda em completo ambiente gráfico de 3-dimensional e efeitos impressionantes. Impressoras imprimem sem fuçamento, escâner também. Inclusive multifuncionais tipo HP Photosmart funcionam com todas as funções, inclusive Fax.

Comentários (4) - Gerar Código de Link - 1341 Acessos - Imprimir - Artigo inteiro

 
GRUB - GRUB2 no FreeBSD, pô que saco esse!
grubGrub é um boot-manager que promete estar capaz de iniciar diversos sistemas operacionais. Ele faz o que diz, mas leia bem. Especialmente requerido quando usa mais de um sistema no HD ou na máquina. Uma configuração típica é Windows + Linux ou Windows + FreeBSD ou os três na mesma máquina.

Grub é o padrão de muitos Linux, Windows possui o dele e o FreeBSD também usa um proprietário. Sobre o boot-manager do Windows não posso falar muito porque não estou muito chegado no Windows. O do FreeBSD é o mais simpático, ele pode ser ativado sem qualquer tipo de configuração em segundos, ele detecta automaticamente e corretamente o Windows e o Linux.

grubDesvantagem do boot-manager do FreeBSD, ele é muito simples na aparência, apenas uma listinha com os sistemas instalados e pede apertar F,F2,.. você escolhe o sistema de acordo com a lista. Esse salvou muitas vezes a minha vida, depois ter instalado um Linux ou Windows numa segunda partição. Esses adoram queimar o boot-sector do HD para serem os únicos nele, depois a máquina não boot mais nenhum e acusa "Missing Operation System". Basta dar um boot com o FreeBSD no CD ou Pendrive, single-user-mode e executar boot0cfg -B ada0 ... e pronto, HD funciona novamente e pelo menos FreeBSD e o Windows podem ser usados novamente.

Mas o GRUB? Pois é ... já tentou usar ele? No FreeBSD? Oooook ... então já sabe, mas saiba, o GRUB morreu, agora é o GRUB2. E esse grub2, pior no FreeBSD, vou te falar, você vai acaber com os braços cruzados, dedos no nariz e um pé atrás da cabeça, simultaneamente claro, e assim, imobilizado e desanimado no aguardo do pronto socorro. Aviso: Nunca tente configurar o GRUB2 quando estiver sozinho em casa e prepare seus próximos antes de que qualquer coisa pode acontecer ... mas seja valente e leia como fazer ...


Comentários (2) - Gerar Código de Link - 1907 Acessos - Imprimir - Artigo inteiro

 
Como planejar a implementação de DNSSEC
DNSSECDNSSEC ainda não faz parte do planejamento nas redes dos provedores no Brasil, mas seria uma boa ideia pensar nisso logo. DNSSEC resolve uma série de assuntos problemáticos em termos de DNS. Mas estes no momento não são da nossa preocupação, e sim é em que há de pensar, que obstáculo vou encontrar na hora da implementação e o que preciso resolver antes para não comprometer meu sistema durante o processo.

Muitos alertam do maior trafego. Essa questão é muito menos preocupante do que aparece. Acredito que é mais um empecilho artificial para ter desculpa de não implementar DNSSEC. Mas aqui os dados. UM servidor DNS comum numa rede de provedor com 500 usuários e 6MB de link consome alguma coisa entre 20-40kbit/s, trata-se de aprox. 500 requ/min no servidor DNS primário. A mesma rede migrando para DNSSEC consome com a mesma quantidade de requisição algo em torno de 50-80kbit/s. Esses dados podem ser projetados de forma linear para redes maiores.

DNSSECÉ muito importante entender qual a finalidade e o funcionamento geral do DNSSEC. Para facilitar e fazer experiências, sugiro ativar DNSSEC, e, num segundo passo assinar as zonas (domínios) e funcionar como servidor DNSSEC credenciado. Assim pode pegar confiança na coisa e acostumar-se com o novo formato de entradas nos logs.

A configuração inicial é muito simples e rápido, demora apenas 2 minutos e seu servidor DNS já faz consultas e conferencias DNSSEC. Quer saber como? Leia mais ...



Comentários (2) - Gerar Código de Link - 1688 Acessos - Imprimir - Artigo inteiro

 
Windows? Kde3? KDE4? Qual deles?
TECSomos parcial? Claro que sim, faz praticamente 20 anos defendemos UNIX e especialmente o Freebsd. Tenho uma máquina com Windows 7, como Dualboot no meu Linux Fedora e uso ele somente para abrir o OuviSuit para fazer alguma coisa com meus aparelhos Nokia. Fora disso, opinião pessoal, o Windows é para quem merece, já somente o português me ofende, é só abrir o painel de controle e me dizer que acha alguma coisa e se da algum sentido ...

Mas escrevi esse artigo para falar de coisa muito mais interessante. Existem diversos sistemas Desktop além do Windows e KDe mas ou muito específicos ou muito incompleto até incompetente. Certamente temos só duas opções, Windows ou KDE. Esse último existe agora na versão 4 e promete muito, ainda cheio de graças. Mas agora já na versão 4.7 ele melhorou muito desde o 4.0 uns 2-3 anos atrás.
,br> TECQual a diferença principal entre o KDE3 e KDE4. O primeiro é maduro e funciona inclusive embaixo da água. Ainda existe uma versão Lite, pronto instalada em 15 minutos e muito útil para usar como interface gráfica em Workstations ou Servidores. O que precisamos? Konsole para acessar os servidores via SSH, um programa de email (KMAIL) e um navegador simples (Konqueror). Com este pacote acessamos tudo e sem preocupação de pegar vírus, spyware ou qualquer outra doença típica do Windows. Quer saber mais? Abre o artigo na integra, lei mais ...

Comentar - Gerar Código de Link - 941 Acessos - Imprimir - Artigo inteiro

 
Regresso temporário
aNovas tecnologias surgem, especialente na informática. Sempre fico intigrado com a quantidade de fios que ainda precisamos ter, fato que realmente é um desastre. Temos notebooks com mais de 8 horas de autonomia de bateria e, para usar o que queremos, precisamos plugar um monte de aparelhos com fios neles. Redículo, na minha opinião até o carregador com fio já é um aparelho pré-histórico, exemplo de ignorancia total, sabendo que temos tecnologias que podem usar a luz do dia para carregar as baterias.

Bom, para ter menos fios e aparelhos, acabei de comprar um notebook com módulo 3G integrado, ou seja, acesso Internet em qualquer lugar através de um chip celular interno. Ótimo, o modelo Aureum da Positivo foi a minha escolha, atendeu perfeitamente meu desejo. Levantar a tampa e conectar, onde estiver tenho internet. Inconveniente maior, a versão do meu linux não reconheceu o módulo 3G e também não o Wireless integrado, dois fatos que me obrigaram usar o Windows 7 que já veio com o note. Uso linux faz anos e não senti muita vontade de retornar ao Windows, veja o que aconteceu ...

Comentar - Gerar Código de Link - 1882 Acessos - Imprimir - Artigo inteiro

 
<< Início < Anterior 1 2 3 Próximo > Fim >>

Resultados 1 - 9 de 19

MESH
WIPO que é MESH? Acredito que originalmente usado para definir tecido, semelhante a palavra rede (NET), e já estamos vendo, a criança precisa um nome. Podemos dizer, dentro dessa área, que uma rede mesh, ou mesh network (porque não dizemos rede rede ou mesh mesh?), define uma infra-estrutura onde todos os componentes estão diretamente conectados.

Nume rede wireless comum temos um ou vários AP (accesspoints), conectados em série, através de enlaces, até chegar no provedor onde ocorre a interligação com a Internet. Todos estes APs funcionam em modo hostap para aceitar as conexões dos clientes e a conexão entre os APs costuma funcionar no modo PP ou Adhoc. Neste scenário temos envolvido o endereçamento IP com rotas para a interligação lógica. Todos os APs, as redes hostap e adhoc, possuim um SSID e canal diferente.

Uma rede MESH funciona diferente. Eliminamos os enlaces. Os APs funcionam no modo MESH, podendo ocorrer a interconexão diretamente entre eles e com os clientes. Podemos interligar tantos APs necessários com apenas UMA interligação com a Internet.

MESH com sistema WIP WCE

Neste exemplo usamos duas conexões com o WCO (Veja Estrutura Wireless) para garantir redundância no caso que um componente falha. Leia o artigo inteiro para saber mais ...

Artigo inteiro
 


Matik nas Redes Sociais

Infomatik no Facebook Infomatik no Twitter Infomatik no Google+ HPower no Linkedin opiniões Infomatik no Blogger Visite-nos no Orkut Infomatik no Facebook




Buscar no Site


Seja responsável, preserve o Meio Ambiente.
Preserve o Meio Ambiente, evite o uso de papel!

Comentários recentes

Como fazer um cabo de rede Cro...
otima dica
de emannuel - Ler todo ...

Como configurar SPF?
Parabéns, excelente artigo.
de Ivan - Ler todo ...

Polémica Licença SCM para prov...
Concordo plenamente acho que a anatel deveriam dar chance ao...
de Gilson - Ler todo ...

kB, KB, Mb, Bits e Bytes que c...
Gosto bastant do google.
de Miguel victorino Nhaguiombe - Ler todo ...

A grande dúvida: IDE ou SCSI ?
Hello!Probably your new os has different id scsi segtints fo...
de Ichwan - Ler todo ...

Estatisticas

Acessos: 8440954


Integração VoIP Inteligente


Site Tags

255.255.255.252   acesso   alguns   antena   antenas   bom   chave   configuração   dados   das   dkim   dns   domínio   ele   email   endereço   essa   este   estão   existe   fica   freebsd   fácil   hora   isso   mail   mensagem   mensagens   muitos   nos   outro   outros   podem   podemos   porque   porém   programa   quer   rede   rádio   sabe   saber   seja   sendo   servidores   serviço   spam   spf   todas   windows   wireless  

Webmail Login

Nome de Usuário

Senha
Hospedagem Email
Seu Domínio .COM.BR é aqui. Sem rolo, sem propaganda, sem SPAM, sem Vírus, rápido, seguro e confidencial. Com SID e DKIM.
Hospedagem Matik Quer hospedar seu Site WWW, ERP ou CRM? A Matik é o seu lugar!
DNS Outsourcing Seguro, Rápido e com Garantia 24x7. DNSSEC, TSIG, DDNS, rDNS. A sua necessidade na mão de profissionais.
ns_castelo.png
AP da Matik (WCE) O único que realmente amarra MAC ao IP. Acabou cloning, até 4 rádios num AP, até 150 clientes em cada rádio, navegando claro. Esquece que já viu.
WIP Cache Boost O único sistema que cumpre a promessa. Full Cache TPROXY de streaming mídia integrado num servidor de controle de banda e muito mais.