Os nossos serviços, honorários e produtos estão compatíveis com qualquer porte de empresa. O nosso cliente principal possui uma conexão Internet e uma rede local, ou é, ou pretende montar um provedor de acesso Internet. O nosso objetivo principal é encontrar a solução com melhor relação custo/beneficio para o parceiro. Consulte-nos e pede um orçamento sem compromisso.
Acesso remoto com ssh e scp
sshA maioria de vocês sabe e usa ssh mas scp não tanto. Vou explicar aqui alguns assuntos básicos, quais podem facilitar seu dia-dia, especialmente quando precisa acessar servidores remotamente como é o caso do pessoal técnico ou adminsitrativo em provedores de Internet. Sempre tem dois caminhos, o fácil e o complicado. Descubra aqui o caminho fácil, o complicado deixamos para quem não quer ler.

sshVamos primeiro para as definições para evitar aqueles mal-entendidos. Vivemos na época da informalidade mas essa nos leva muitas vezes para o fim das ruas sem saída, especialmente na área técnica. Mesmo podendo haver entendimento local, com giria comum entre os presentes, terceiros podem não entender nada. Vamos honrar as sciencias exatas e usar expressões corretas. Para poder falar corretamente precisamos saber como funciona e quais os componentes.

sshSSH (Secure Shell) e SCP (Secure Copy) são protocolos e não programas. Para poder usar estes protocolos precisamos de programas. Situação infeliz para quem usa Windows porque nenhum desses programas faz parte do Windows e será necessário instalar estes. Quem usa Linux ou Unix tipo BSD está com sorte, programas SSH são nativos do Unix e bastante útil, fácil de usar e práticos. Infelizmente os programas para Windows são um pouco limitados. Quem usa o Desktop KDE em LInux ou FreeBSD pode usar o programa Konsole que oferece muitas facilidades e simplesmente é perfeito.

sshEm princípio trabalhamos aqui com um programa tipo daemon que está ativo no servidor, o SSHD, o Secure Shell Daemon. Este é passivo, está aguardando apenas conexões na porta TCP:22. Quando uma conexão está sendo solicitada o daemon identifica o cliente remoto e exige alguma autenticação e caso essa foi positiva libera o acesso ao sistema local. O SSHD simula uma console, ou seja, permite acesso como estiver sentando na frente do servidor com teclado e monitor.

Para acessar o SSHD num servidor remoto precisamos um SSH-Client, um pograma cliente que pode conectar e acessar as facilidades oferecidas pelo servidor. Como já falei encima, quem usa KDE não precisa de mais nada e tem tudo na mão, quem usa Windows precisa instalar algum programa que mais para frente retorno ao assunto.

sshVoltando a terminologia, usamos um programa tipo cliente no nosso computador pessoal que uso o protocolo SSH para conectar a um programa tipo daemon instalado no Servidor remoto, simulando uma console local. Uma vez autenticados no servidor temos acesso a este igual como estivessemos sentado na frente, apenas não temos acesso físico aos botões ou cabos da máquina. Vitualmente não existe limite, podemos conectar em qualquer servidor que estiver conectado a internet de alguma forma.

sshAgora precisamos dar uma pequena volta para facilitar as coisas. Vejo todo dia técnicos digitando os números de IP dos servidores, algum pessoal até anda com listas de papel no bolso para poder lembrar de tudo ... Resta dizer só uma coisa, se a Internet fosse complicada assim nunca teria chegada na casa de usuário algum. Já ouviu falar de DNS? Aaaaha, isso ai. De domínio também? Muito bem. Agora estamos no báscio. Supondo o servidor a ser acessado é o 200.123.321.12 e ele tem o nome srv1.dominio.com.br no DNS, então precisamos digitar apenas ssh srv1 e bater enter para obter o prompt do servidor. Claro, exige que a configuração DNS esteja correta.

Obviamente deve existir a configuração DNS do servidor, é o primeiro requisito. O segundo a correta configuração no resolv.conf da sua máquina onde deve existir a primeira linha tipo domain dominio.com.br ou de alternativa
search dominio.com.br. Dessa forma os programas que usam o protocolo TCP/IP assumem automaticamente o nome de domínio configurado no resolv.conf, ou seja, fazendo desnecessário digitar srv1.dominio.com.br, basta digitar somente srv1. No Windows essa configuração está sendo feito através das configurações TCP/IP => DNS assumir o Sufixo do servidor DNS ou digitar o domínio que quiser na caixa de texto previsto.

sshSempre aqui que vem os vetos: mas acesso muitos servidores e cada um está num domínio diferente. Muito fácil, basta editar um dos domínios no DNS de sua responsabilidade e adicionar um entrada para cada servidor que você acessa. Depois é só usar como sufixo este domínio e pronto. Funciona até num notebook com que conecta em diversos provedores de serviço. A máquina sempre assume o domínio configurado no resolv.conf ou expressado como sufixo da configruação dns do Windows.

Como agora o cominho das pedras desapareceu vamos ver as opções de programas. No servidor não temos muita escolha e os servidores, pelo menos em sistemas Linux e UNIX são perfeitos. O mesmo para quem usa Linux/Unix com KDE no seu computador está liberado porque está perfeitamente equipado para trabalhar em multitarefa simultãneamente em vários servidores. Os coitados com Windows ainda tem uma tarefa para resolver.

sshO mais conhecido é o famoso programa Putty, voltando as terminologias, ouvi já muitas vezes assim: Não uso SSH, eu uso Putty, mas essa já entendemos antes neste artigo. O Putty é free e razoávelmente bom mas possui restrições porque precisa de configurações muito especificos. Para poder faze-lo precisa de conhecimentos bastante amplos do seu servidor. Alguns simples exemplos é usar a tecla HOME e END, normalmente usadas para pular para a frente ou fim da linha digitada, no Putty não funcionam sem "fuçaçaõ", idem copiando a linha ou palavras da linha de comando. Este programa para meu uso é complicado demais, mas talves estou muito acostumado a Konsole do meu KDE. Mesmo assim acho que o Putty pod satisfazer quem usa acesso remoto as vezes com poucos servidores.

Uma melhor opção para meu gosto seria o SecureShellClient, um programa fácil de configurar proque apenas precisa do nome do servidor e pronto. Este programa simula bastante legal a console remota e encontra automaticamente as configurações corretas, ou seja, tenho disponível as teclas de comando do Unix e me encontro em casa.

Outra opção muito boa mas exige alguns passos maiores de instalação é o CygWin, um emulador que simula o Linux/Unix no Windows. Eventualmente uma opção para quem usa muito e tem algum conhecimento amior, mas neste caso a minha sugestão seria: Use Linux/Unix com KDE, mais fácil.

Finalemente, para quem tem Cartão de Crédito com validade internacional e está disposto de gastar entre 30 e 60 dollares encontra programas muito boas, porém, comerciais.

ssh No final a decisão é sua, quebrando os dedos ou acesso com facilidade. Mas também depende da necessidade e da frequencia de acesso. Quem acesso apenas um servidor por vez e não precisa programar ou editar muita coisa pode ficar satisfeito com o Putty. Quem acessa frequente e eventualmente vários servidores ao mesmo tempo precisa de uma solução mais profissional. Antes de gastar dinheiro usa um LiveCD de Linux com KDE e experimente a Konsole, com certeza vai esquecer todo o demais e instala logo no seu PC, mas caso precisa ainda do Windows precisa experimentar e encontrar o que mais serve você. de qualquer forma pare de digitar IPs ... seja mais esperto ....

Aqui pode fazer o download de algumas opções, caso ainda não experimentou:
PUTTY
Secure Shell Client
OpenSSH Windows
CYGWIN
Existem ainda muitos outros que não mencionei, não por preferencia mas simplesmente por não ser muito amigo de Windows. Busque no Google e com certeza encontra alguma coisa que serve para você.





- Gerar Código de Link - 4597 Acessos - Imprimir

  Comentários (2)
 1 Enviado por Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo , em 28/03/2013 12:47
People nomrally pay me for this and you are giving it away!
 2 Enviado por Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo , em 30/03/2013 07:48
thainara nunes / eu acho que o mundo acabara a hora que Deus quesir pois se nem o prf3prio filho dele sabe quando o mundo vai acabar nao e9 nf3s humanos imperfeitos que vamos saber nao e9 verdade .jesus fala:nao sabes o dia e nem a hora .

Comentar
Seja objetivo, não ofenda e não envie propaganda por favor.
Nome:
E-mail
Comentário:

Código:* Code

 
< Anterior   Próximo >

O que um Accesspoint deve ter?
apAp não é AP, a maioria de vocês já sabe disso. As dúvidas surgem antes da compra mas como saber? Ouvir o vendedor? Pode ser uma fria, o cara quee vender e fala que quer. Estudar a ficha técnica é o melhor método mas para poder decidir precisamos saber o que precisa ter. Segue um resumo dos requisitos a um AP, dados que não só podem facilitar a sua decisão, mas especialmente a sua sua tranquilidade depois.

Artigo inteiro
 


Matik nas Redes Sociais

Infomatik no Facebook Infomatik no Twitter Infomatik no Google+ HPower no Linkedin opiniões Infomatik no Blogger Visite-nos no Orkut Infomatik no Facebook




Buscar no Site


Seja responsável, preserve o Meio Ambiente.
Preserve o Meio Ambiente, evite o uso de papel!

Comentários recentes

Como fazer um cabo de rede Cro...
otima dica
de emannuel - Ler todo ...

Como configurar SPF?
Parabéns, excelente artigo.
de Ivan - Ler todo ...

Polémica Licença SCM para prov...
Concordo plenamente acho que a anatel deveriam dar chance ao...
de Gilson - Ler todo ...

kB, KB, Mb, Bits e Bytes que c...
Gosto bastant do google.
de Miguel victorino Nhaguiombe - Ler todo ...

A grande dúvida: IDE ou SCSI ?
Hello!Probably your new os has different id scsi segtints fo...
de Ichwan - Ler todo ...

Estatisticas

Acessos: 8444014
3 visitantes online


Integração VoIP Inteligente


Site Tags

255.255.255.252   acesso   alguns   antena   antenas   bom   chave   configuração   dados   das   dkim   dns   domínio   ele   email   endereço   essa   este   estão   existe   fica   freebsd   fácil   hora   isso   mail   mensagem   mensagens   muitos   nos   outro   outros   podem   podemos   porque   porém   programa   quer   rede   rádio   sabe   saber   seja   sendo   servidores   serviço   spam   spf   todas   windows   wireless  

Webmail Login

Nome de Usuário

Senha
Hospedagem Email
Seu Domínio .COM.BR é aqui. Sem rolo, sem propaganda, sem SPAM, sem Vírus, rápido, seguro e confidencial. Com SID e DKIM.
Hospedagem Matik Quer hospedar seu Site WWW, ERP ou CRM? A Matik é o seu lugar!
DNS Outsourcing Seguro, Rápido e com Garantia 24x7. DNSSEC, TSIG, DDNS, rDNS. A sua necessidade na mão de profissionais.
ns_deal1.png
AP da Matik (WCE) O único que realmente amarra MAC ao IP. Acabou cloning, até 4 rádios num AP, até 150 clientes em cada rádio, navegando claro. Esquece que já viu.
WIP Cache Boost O único sistema que cumpre a promessa. Full Cache TPROXY de streaming mídia integrado num servidor de controle de banda e muito mais.